Viagens a partir do sofá (continuação)

As viagens continuam. A partir da quietude e com os livros como impulso. A viagem através das palavras de viajantes. Já tinha deixado aqui cinco livros, cinco formas de viajar e uns quantos destinos. Os autores escolhidos escreveram em português, em épocas muito diferentes e isso também é interessante, porque mergulhar nos seus relatos é…

Por outras palavras

Fernando Pessoa Faria hoje anos. Nascido em Lisboa em 1888, herdou o segundo nome do santo cuja onomástica se celebra também neste dia: António. Fernando António: dois nomes que não chegaram para várias identidades. Escolheu a Literatura (poesia e  prosa) para as dar a conhecer ao mundo. Forjou biografias, diálogos entre heterónimos, conversas que lhe…

Encontro marcado (7)

Nice, França Um encontro numa estação de comboios. É este o convite para hoje. Quem me conhece, quem me lê, sabe bem que adoro andar de comboio. Gosto muito também dos rituais associados a esse meio de transporte: ir para a estação com antecedência para comprar o bilhete; esperar na fila e observar quem chega,…

Quase ilhas

+ do que 1 17. o quarto agora é o mundo todo nem maior nem menor que o mundo inteiro   dantes ia eu aos múltiplos lugares venham agora esses lugares a mim Carlos Poças Falcão, A nuvem, edição Opera Omnia   Temos vivido um calendário jamais imaginado, com semanas intermináveis, dias longos que custam…

Viagens a partir do sofá

Pausa. Quietude em tempos de grande inquietação. Dever de ficar, de parar e de reduzir as saídas ao essencial. Não sem seguir as regras. São estes os tempos presentes, em que o cumprimento rigoroso dos deveres individuais tem uma projeção gigantesca sobre quem nos rodeia. Todos precisamos de todos. Temos de acreditar que o futuro…